Quem sou eu:

Sou economista formado pela PUC-RJ. Trabalho no mercado financeiro desde de 2003. Exerci os cargos de Economista, Estrategista, Gestor, "Portfolio Manager" (PM), "Chief Investment Officer" (CIO) e sócio nas maiores gestores de recursos e de patrimônio do país. Este blog busca ocupar o espaço da crescente busca por analises simples, curtas e diretas a respeito dos eventos econômicos, políticos e financeiros globais e seus impactos nos ativos de risco no Brasil e no mundo.

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

A espera do Fed.


Os ativos de risco estão abrindo a quarta-feira em tom de relativa estabilidade, com movimentos mistos porém pouco acentuados.
O destaque do dia ficará por conta da decisão do FOMC nos EUA. Já é amplamente esperado que os juros serão elevados em 25bps. Existe, contudo, uma dúvida de como será o comunicado do Comitê as previsões do Fed.
Alguns já esperam uma mudança no comunicado, para indicar juros menos expansionistas, ou mais restritivos, além de alguma sinalização mais forte em torno dos riscos da “guerra comercial” e dos mercados emergentes.
Acredito que a economia interna dos EUA está extremamente forte e condizente com a continuidade do ciclo de normalização monetária, sem que haja a necessidade de sinalização de alguma interrupção ou pausa no ciclo de alta de juros. Além disso, as condições financeiras estão bastante frouxas, o que reforça este cenário. A guerra comercial e os desafios nas economias emergentes devem ser citados apenas como risco a um cenário base robusto.
Não podemos descartar que os “dots”, ou seja, as expectativas de taxas de juros dos membros do Comitê se elevem, especialmente em prazos mais longos, diante do recente debate da alta cíclica do “r*”, ou dos juros neutros de curto-prazo, como tem sido chamado.
De maneira geral, tenho receio que o mercado possa ler o comunicado como “dovish”, o que costuma ser um padrão histórico, a despeito de achar que a possibilidade maior é que o Fed mantenha uma postura e uma comunicação “hawkish”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário